A avaliação é do senador Walter Pinheiro (PT-BA), que ainda tenta mais um esforço nesta terça para levar a matéria diretamente ao plenário.

Resultado positivo foi obtido mesmo com alta de 4,9% do PC, principal produto da atividade.

No IGP-10, divulgado nesta segunda-feira pela FGV, a redução foi de 0,29% para -0,09%, considerando os resultados de março e abril.

Base aliada do governo vai apresentar terça-feira requerimento de urgência urgentíssima para levar a votação para o plenário no mesmo dia

Pesquisa do IBGE, divulgada hoje, aponta queda de 1,2% no número de pessoal assalariado no país em 12 meses.

Forma de pagamento continua em 10% a vista e mais seis parcelas, mas governo reduz os juros da correção mensal de 1% para 0,5%.

Texto entra em consulta pública dia 2 de maio, depois que o relatório com os resultados dos testes de campo fica pronto.

Serviço será voltado para pessoas que não têm acesso a contas bancárias, dizem requerentes.

Pelo prazo de urgência constitucional, o Senado tem até o dia 12 de maio para aprovação da matéria antes de trancar a pauta do plenário da casa. Visando facilitar a tramitação, os relatores marcaram audiências públicas conjuntas – serão mais duas além da de hoje -, mas a votação será feita por cada comissão separadamente. As outras duas audiências estão previstas para acontecer nos dias 15 e 22 deste mês, o que também inviabilizaria a aprovação da matéria antes do evento internacional.

Proposta, já oficializada pelas teles e radiodifusores, é defendida por parlamentares, que já pensam em barrar licitação na justiça.