Já há quem defenda a mudança na lei ou até liberdade tarifária para assegurar o equilíbrio econômico – financeiro do serviço prestado em regime público

Pesquisa divulgada hoje pelo instituto aponta que 51,8% dos lares brasileiros ainda não possuem o equipamento. Mas indica que 40,8% dos domicílios do país possuem acesso à internet e que 68% dos usuários entram na web diariamente. A telefonia fixa está presente em 54,4% das residências. Aponta ainda que 65,5% dos usuários avaliam o serviço de seus celulares como “bom”, abaixo da avaliação dos clientes da telefonia fixa, com 72,9% de satisfação e dos assinante de TV paga, que tiveram uma percepção positiva em 87,1% dos casos anotados.

No mês de janeiro, entretanto, o resultado foi positivo em 6% e, nos últimos 12 meses a alta é de 5,8%, diz IBGE.

Depois de sofrerem derrota ontem, parlamentares do partido do governo entendem momento não é propício.

Paulo Bernardo diz que governo está sintonizado com as últimas sinalizações da União Europeia

Decisão sobre edital será votada na reunião de amanhã do conselho diretor da Anatel

frequencia 03

Paulo Bernardo disse que a possibilidade está sendo considerada, mas decisão não será conhecida antes de junho. Uma das hipóteses é prolongar no tempo o pagamento das parcelas. O edital entra em consulta pública em abril, mas será publicado sem preço mínimo.

Telefone popular, lançado em 2012, ainda tem baixa adesão por falta de publicidade.

Mas relatório do SNOA aponta que a rejeição corresponde a 43,78% das solicitações

Regulamento de direito dos consumidores, aprovado pela Anatel, foi publicado hoje.