Foto: Júlia Magalhães /Revista Fonte

{mosimage} Neste artigo, estou fazendo um apelo ao sentimento de brasilidade que ainda resta em alguns jornalistas e editores, chamando atenção para a importância desse momento e da necessidade da mídia esclarecer à população o que é do seu interesse. A TV Digital é potencialmente o maior instrumento de inclusão social. Por Regina Mota

Foto: Samuel Iavelberg/Camera1

{mosimage}Para Alexandre Annenberg, a parceria é o melhor caminho, pois a interface com o cliente que demanda conteúdo audiovisual não é uma atividade trivial.

Foto: Divulgação

{mosimage}Para Ricardo Distler, IPTV não é um simples capricho das telcos, mas sim a busca da rentabilidade ao negócio de telecomunicações.

Foto: José Luiz Bonfá

{mosimage} Na década de 80 nasceu uma “lagarta” (circuito integrado) que aos poucos está devorando, com uma avidez imensa, todas as aplicações da eletrônica e poucos se dão conta disso. Ela é a responsável por todas as evoluções “disrruptivas” que estamos assistindo nos últimos 20 – 25 anos. Por José Luiz Frauendorf

Foto: divulgação

{mosimage}Montar laboratórios de informática e utilizá-los apenas para algumas poucas atividades de pesquisa ou de uso de CD-ROMs é um enorme desperdício de tempo, recursos materiais e trabalho humano. Por João Luís Almeida Machado

{mosimage}Com a Lei da Inovação, em processo final de regulamentação, e outras iniciativas, o país finalmente já conta com um arcabouço razoável de incentivos e fomentos para atividades de inovação tecnológica nas empresas,

{mosimage}Nem a LGT nem a legislação de defesa da concorrência autoriza a imposição de obrigações ex ante a prestadoras em razão de sua posição no mercado (detenção ou não de PMS).

{mosimage}Adiar o estabelecimento de regras que estimulem a concorrência é enfraquecer o poder da agência reguladora. A quem interessa postergar o PGMC e o PMS?

Foto: Divulgação

{mosimage}O adiamento da conversão da tarifação da telefonia de pulso para minuto foi uma decisão acertada do governo, porque o sistema de conversão adotado pela Anatel é ilegal e penaliza o usuário. Mas, se as concessionárias telefônicas já estavam preparadas para fazer as contas detalhadas, não há porquê adiar a emissão dessas contas já que a cobrança indevida é o principal motivo de reclamação dos usuários junto aos Procons. Por Flávia Lefévre

Foad é agora VP global da Furukawa

{mosimage}As redes FFTH (Fiber to Home) permitem às provedoras oferecer uma variedade de serviços de comunicação e entretenimento, tais como telefonia, internet de alta velocidade, televisão por assinatura e serviços interativos e bidirecionais com uso intensivo de imagens.