Foto: Divulgação

{mosimage}Roaming digital, cobertura nacional, menos clonagem. Eis por que Celedonio von Wuthenau, presidente do CDG para a América Latina, defende a liberação de banda adicional em 1.9 GHz para a operadora CDMA.

Foto: Divulgação

{mosimage}Se chips não existissem, não teríamos televisores, nem aparelhos de som, ou diagnósticos médicos como tomografia computadorizada. Não haveria internet, nem telefonia celular ou fixa. Eis por que Wanderley Marzano, diretor da Abinee, considera que o Brasil precisa, sim, ter uma planta de semicondutores.

Foto: Júlia Magalhães /Revista Fonte

{mosimage} Neste artigo, estou fazendo um apelo ao sentimento de brasilidade que ainda resta em alguns jornalistas e editores, chamando atenção para a importância desse momento e da necessidade da mídia esclarecer à população o que é do seu interesse. A TV Digital é potencialmente o maior instrumento de inclusão social. Por Regina Mota

Foto: Samuel Iavelberg/Camera1

{mosimage}Para Alexandre Annenberg, a parceria é o melhor caminho, pois a interface com o cliente que demanda conteúdo audiovisual não é uma atividade trivial.

Foto: Divulgação

{mosimage}Para Ricardo Distler, IPTV não é um simples capricho das telcos, mas sim a busca da rentabilidade ao negócio de telecomunicações.

Foto: José Luiz Bonfá

{mosimage} Na década de 80 nasceu uma “lagarta” (circuito integrado) que aos poucos está devorando, com uma avidez imensa, todas as aplicações da eletrônica e poucos se dão conta disso. Ela é a responsável por todas as evoluções “disrruptivas” que estamos assistindo nos últimos 20 – 25 anos. Por José Luiz Frauendorf

Foto: divulgação

{mosimage}Montar laboratórios de informática e utilizá-los apenas para algumas poucas atividades de pesquisa ou de uso de CD-ROMs é um enorme desperdício de tempo, recursos materiais e trabalho humano. Por João Luís Almeida Machado

{mosimage}Com a Lei da Inovação, em processo final de regulamentação, e outras iniciativas, o país finalmente já conta com um arcabouço razoável de incentivos e fomentos para atividades de inovação tecnológica nas empresas,

{mosimage}Nem a LGT nem a legislação de defesa da concorrência autoriza a imposição de obrigações ex ante a prestadoras em razão de sua posição no mercado (detenção ou não de PMS).

{mosimage}Adiar o estabelecimento de regras que estimulem a concorrência é enfraquecer o poder da agência reguladora. A quem interessa postergar o PGMC e o PMS?