Presidente da CCT solicita da Anatel e das operadoras ações em benefício da população

Leia Mais

No Brasil, há excesso de tempo gasto em TI para manter as redes, aponta Cisco

Leia Mais

Guerra comercial fortalece a Huawei no Brasil, afirma executivo da empresa

Leia Mais

As cinco concessionárias de telefonia fixa passam a determinar os valores dos planos básicos de serviço nessas ligações sem necessidade de aprovação prévia da agência reguladora.

Entidade aponta que ao menos a agência reveja o processo sobre canais lineares oferecidos na internet

Uma das empresas que poderá aderir ao novo modelo de parcelamento é a operadora Oi, que está em recuperação judicial com um passivo de R$ 40 bilhões somente em obrigações acessórias.

Entidades empresariais da área cobraram medidas dos governos estadual e federal para evitar demissões em massa e o fechamento por causa das restrições impostas à concentração de trabalhadores.

Se for aprovada a proposta enviada pelo sindicato do setor, serão afetados os procedimentos sobre o leilão da 5G e a migração da telefonia fixa.

Diferentes fabricantes da Zona Franca estão também marcando férias coletivas para seus empregados

Senadora Daniella Ribeiro (PP-PB) entende que o Ministério da Economia tem que achar uma medida legal para deferir pedido de prazo para pagamento de taxas, mas quer saber quais “contrapartidas substanciais” serão dadas pelas empresas.

Texto veda restrições a trabalhadores do setor, o que vinha acontecendo com equipes técnicas cujos carros apresentavam placas de outro município.

Presidente em exercício da agência oferece abertura de canal para análise das propostas. Empresas vão priorizar o atendimento a hospitais e forças de segurança. Equipes técnicas seguirão trabalhando, com medidas de segurança e saúde para os colaboradores.

Federação alertará operadoras de que danos à saúde dos terceirizados podem ser considerados acidente de trabalho.