Aumenta a variedade de celulares banda larga no Brasil


Pesquisa realizada pela empresa de consultoria Wireless Intelligence aponta que, finalmente, a maioria dos aparelhos de celular oferecidos aos usuários em todo o mundo são  compatíveis com as redes EDGE/ WCDMA (em todas as suas evoluções). Nos países desenvolvidos, esses aparelhos já representam dois terços dos celulares comercializados e nos países emergentes, eles são quase a metade dos aparelhos oferecidos ao mercado.
Os dispositivos exclusivos de acesso a dados – como os modens e os cartões para notebooks – representam 15% do total dos aparelhos comercializados pelas operadoras.

No Brasil, estão disponíveis 36 modelos de aparelhos HSPA (a versão atualmente mais evoluída da terceira geração), e 5 celulares WCDMA. Mas ainda são comercializados  38 celulares GSM/EDGE (a segunda geração) e 21 aparelhos GSM puros.

As conexões, no entanto, continuam a se serem feitas, em sua maioria, pelas redes de segunda geração (GSM/EDGE). Segundo a empresa, apenas 6% das redes já têm a versão WCDMA e o restante das conexões (94%) estão calcadas na segunda geração.  ( Da redação).

Anterior Google desiste de seu celular, o Nexus One.
Próximos Band exibe série de matérias contra abertura de mercado para TV a cabo