AT&T vende operações em Porto Rico e Ilhas Virgens Americanas


A AT&T avisou hoje, 9, que vendeu por US$ 1,95 bilhão em dinheiro suas operações em Porto Rico e nas Ilhas Virgens Americanas. O comprador foi a empresa Liberty Latin America. A transação ainda passará por escrutínio de FCC e Departamento de Justiça, e está prevista para ser concluída em até nove meses.

O negócio prevê o repasse de ativos de rede, incluindo espectro, construções, imóveis próprios ou alugados, e carteira de 1,1 milhão de clientes. Os 1,3 mil funcionários da AT&T nestes países serão transferidos para a Liberty.

A AT&T reteve, porém, a responsabilidade de gerir as redes de emergência locais (FirstNet), os negócios da Directv e o atendimento a “certos” clientes globais com presença nas ilhas. Sobre a FirstNet, a empresa diz que manterá núcleo de rede própria e a capacidade de serviço. A Liberty será subcontratada para ampliar, se preciso, a cobertura LTE para os socorristas dessa rede de comunicação para serviços emergenciais.

A venda dos ativos faz parte do plano de desinvestimentos da AT&T, que tem por objetivo reduzir o endividamento do grupo após grandes aquisições. A meta é encerrar o ano com relação dívida líquida/EBITDA em 2,5x. Até o final de 2019, a empresa diz que terá vendido o equivalente a US$ 11 bilhões em ativos.

Anterior OCDE propõe tributação de empresas digitais nos mercados onde geram lucros
Próximos MPF, bancos e Polícia Federal defendem regulação de criptoativos