AT&T vai ampliar testes de banda larga fixa pré-5G, nos EUA


shutterstock_Grey Carnation_Tecnologia_Tendencia_Telefonia_Movel_5G

A operadora norte-americana AT&T, dona da Sky no Brasil, vai ampliar os testes com tecnologias que provavelmente farão pate da quinta geração de telefonia móvel, nos Estados Unidos. A empresa já vem testando equipamentos do tipo em Austin (cidade do estado do Texas).

Na última semana, anunciou que mais três cidades, de outros estados do país, serão palco de testes: Waco, também no Texas, Kalamazoo (Michigan) e South Bend (Indiana).

Serão implementados serviços de banda larga na última milha, usando ondas milimétricas (acima de 30 GHz). Os usuários selecionados poderão acessar conteúdos do DirecTV Now pela nova conexão.

A empresa não revelou quantas pessoas participarão da iniciativa. Entre os usuários, serão escolhidos pessoas físicas e pessoas jurídicas (pequenas empresas, igrejas e universidades).

Banda larga fixa, mas sem fio

O serviço está sendo provisoriamente chamado de “rede fixa sem fios”. O objetivo é verificar a viabilidade de se usar tecnologia móvel para atender a ultima milha com banda laga fixa. O modelo pretende descobrir se o custo de implantação e atendimento dos usuários é menor que a conexão por cabos coaxiais ou fibra óptica (FTTH).

A previsão da empresa é que a infraestrutura seja instalada até o final do ano nas cidades. E que o serviço seja ativado, já em formato comercial, até o final de 2018.

São parceiros da empreitada Ericsson, Samsung, Nokia e Intel.

Além da AT&T, outras operadoras dos EUA correm para definir padrões que lhes interessam ver na 5G. A Verizon anunciou, também, testes para banda larga fixa usando redes móveis em 11 cidades. E também prevê lançar o serviço, comercialmente, já ao que vem. Vale lembrar que o roadmap da UIT para definição dos padrões da 5G prevê finalização apenas em 2020. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Desabafo da Anatel não se justifica, afirma InternetSul
Próximos Algar Telecom acrescenta chamadas ilimitadas ao celular pré-pago