AT&T pede mais prazo à Anatel para concretizar compra Sky/Direct TV


O conselho diretor da Anatel decidiu, em circuito deliberativo no dia 27 deste mês, conceder mais 180 dias de prazo para que a norte-americana AT&T concretize a compra da operadora de TV paga no Brasil, a Sky/Direct TV.

O pedido da empresa para a prorrogação da anuência prévia se deve ao fato de que, nos Estados Unidos, a FCC (Federal Communication Commission) ainda não aprovou a operação por lá. Na semana passada uma outra mega fusão, da Time Warner e Comcast foi cancelada, pois seria rejeitada pela agência reguladora.

A proposta de compra da Sky/Direct TV pela gigante norte-americana foi feita no ano passado. Em seguida, a operadora fez alguns movimentos para não ter problemas regulatórios com esta fusão no Brasil. Entre eles, a empresa vendeu integralmente a posição que tinha na América Móvil (que é dona da Claro, NET e Embratel no Brasil), pois iria gerar problema de propriedade cruzada no mercado de TV paga.

A Anatel havia aprovado a operação em setembro do ano passado.

Anterior Anatel pode liberar o aluguel de frequência
Próximos Indústria eletroeletrônica demite mil no primeiro tri