AT&T fatura US$ 40,5 bi no primeiro trimestre


Resultado é 24% superior ao registrado no primeiro trimestre de 2015, graças à incorporação da Directv. Receita na América Latina, incluindo Brasil, piorou devido à desvalorização cambial. País superou o México como principal mercado na região.

at&t logoA operadora norte-americana AT&T, que no Brasil controla a Sky, faturou US$ 40,5 bilhões no primeiro trimestre do ano. O dado consta do balanço financeiro divulgado hoje, 26. O montante é 24% maior que um ano antes, e cresceu principalmente por trazer os dados da Directv, dona da Sky, adquirida ano passado.

Entre janeiro e março, a AT&T atraiu 2,3 milhões de novos assinantes apenas nos Estados Unidos. O churn total ficou em 1,42%, 1,1% considerando-se apenas assinaturas pós-pagas. O lucro operacional foi de US$ 7,1 bilhões, ante US$ 5,6 bilhões um ano antes. O lucro líquido foi de US$ 3,8 bilhões, ante US$ 3,3 bilhões no mesmo período de 2015.

A companhia encerrou o trimestre com 382 mil assinantes de seu serviço de streaming de vídeo, U-verse. Em TV paga e vídeo sob demanda, o grupo tem 25,3 milhões de usuários pagantes. Em telefonia móvel, terminou março com 54,7 milhões de usuários.

Na América Latina, a operadora apresentou retração devido ao cenário macroeconômico, que levou à desvalorização cambial. A receita na região foi de US$ 1,1 bilhão, US$ 599 milhões no Brasil, que superou o México em receita. No saldo de assinantes de TV paga, perdeu 73 mil, todos brasileiros, ficando com 12,4 milhões de acessos na América Latina, 5,34 milhões no país.

Anterior Nova versão do PL de telecom obriga oferta de internet ilimitada
Próximos Lucro da Apple encolhe 22,7%