Associação de consumidores questiona negócio entre DoubleClick e Google


Uma associação de consumidores europeus reclamou que a compra da DoubleClick pelo Google pode ferir o direito à privacidade, devido à grande quantidade de dados que as companhias possuirão ao se juntar. O Bureau Europien des Unions de Consommateurs (BEUC) enviou uma carta para a Comissão Européia, na qual pede que a comissão e outras …

Uma associação de consumidores europeus reclamou que a compra da DoubleClick pelo Google pode ferir o direito à privacidade, devido à grande quantidade de dados que as companhias possuirão ao se juntar. O Bureau Europien des Unions de Consommateurs (BEUC) enviou uma carta para a Comissão Européia, na qual pede que a comissão e outras autoridades investiguem as maneiras em que os consumidores serão afetados pelo negócio.

O Google, que comprou a DoubleClick em abril último por US$ 3,1 bilhões, refutou a acusão de que o negócio afetaria a privacidade dos usuários. A empresa alega que a fusão resultará em serviços mais baratos para anunciantes, e a produção de propagandas mais relevantes para os usuários. A negociação também está sendo investigada pela Federal Trade Commission, agência dos EUA responsável pela regulação das negociações comerciais no país, devido à reclamação apresentada pela Electronic Privacy Information Center, pelo Center for Digital Democracy e pelo US. Public Interest Research Group.

Estes grupos estão preocupados em saber como o Google protegerá os dados e a privacidade dos usuários, incluindo o modo como a empresa gerenciará cookies e outros dados que podem ser usados para identificar usuários de internet. Um representante da Comissão Européia afirmou que o órgão ainda não foi formalmente notificado pelo Google ou pela DoubleClick sobre a compra. (Da Redação, com noticiário internacional)

Anterior Tim lança internet de bolso e cliente não pagará provedor
Próximos Perdemos Carlos Zanatta