Assembleia de credores da Oi é adiada para dezembro


(Crédito: Shutterstock Sergign)
(Crédito: Shutterstock Sergign)

O juiz Fernando Viana, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, responsável por acompanhar o processo de recuperação judicial da Oi, aceitou pedido de Banco do Brasil, Caixa e China Development Bank para postergar a assembleia de credores da operadora, que aconteceria nesta sexta-feira, 10.

Segundo o despacho, assinado e publicado às 14h39 de hoje, 9, a AGC fica remarcada para acontecer às 11h de 7 de dezembro, em primeira convocação, podendo se estender até o dia 8. A segunda convocação, que deveria ocorrer em 27 de novembro, passou para 1º de fevereiro de 2018, “podendo continuar no dia 02/02/2018, se necessário for”, determina o magistrado.

O pedido de adiamento foi realizado ontem pelos bancos. Mas no caso, pediram que a segunda convocação acontecesse ainda este ano, em 18 de dezembro. As instituições financeiras argumentaram que a AGC aconteceria sem que se tivesse qualquer consenso sobre o plano de recuperação que seria votado. Além disso, argumentam que o modo como novos diretores foram nomeados e o PSA aprovados, e com a cautelar em vigência da Anatel, não há “ambiente seguro para a deliberação”.

Anterior Na fronteira do futuro, até ouvido vira alternativa para reconhecimento biométrico
Próximos Hughes assina contrato de US$ 190 milhões com OneWeb

1 Comment

  1. Erick
    9 de novembro de 2017

    E a novela vai se arrastar por 2018 … Triste!