Arpu das celulares continuará caindo, prevê consultoria.


 A conta média (Arpu) das operadoras celulares brasileiras – que registrou queda de 10% no ano passado – continuará a cair no próximo ano, em até 4%, prevê a consultoria Merrill Lynch, redução provocada muito mais pela disseminação dos SIM Cards do que pela retração econômica, afirma o banco. Como destaque para 2010, está também …

 A conta média (Arpu) das operadoras celulares brasileiras – que registrou queda de 10% no ano passado – continuará a cair no próximo ano, em até 4%, prevê a consultoria Merrill Lynch, redução provocada muito mais pela disseminação dos SIM Cards do que pela retração econômica, afirma o banco. Como destaque para 2010, está também o leilão da banda H, para o qual a consultoria aposta que a Nextel será a grande vencedora. Antecipa também que as concessionárias (locais e de longa distância) manterão seu crescimento no mercado de TV paga – com a oferta do DTH, via satélite – e não acredita que o Pl-29, mesmo que seja aprovado este ano pelo Congresso Nacional, tenha condições de impulsionar ainda mais o mercado, tendo em vista que as operadoras precisarão fazer investimentos em suas redes.

Em relação ao movimento das empresas, duas merecem mais atenção. Uma delas é a TIM, que passou o ano de 2009 reposicionando-se no mercado, criando novos planos tarifários e campanhas e marketing e que este ano poderá apresentar resultados mais consistentes, aponta o banco. A outra empresa é a Oi,com uma estrututura societária ainda muito complexa, e que, na avaliação do banco precisa sinalizar para os acionistas minoritários – via distribuição de dividendos ou compra de ações – que suas ações estão alinhadas aos interesses dos controladores.

Anterior Telecom Itália vai recorrer contra decisão da agência antitruste argentina
Próximos Reforma cambial na Venezuela pode favorecer exportação de celulares