Apple e Qualcomm encerram disputas judiciais e fecham acordo de patentes


A Apple e a Qualcomm concordaram em encerrar nesta terça-feira, 16, todos os processos que moviam uma contra a outra. Com isso, resolveram a disputa por pagamentos de royalties e por uso de patentes em todo o mundo. Além do fim da briga judicial, as empresas firmaram acordo de licenciamento com validade de seis anos. O acordo prevê o pagamento, por parte da Apple, à Qualcomm. O valor, no entanto, não foi revelado.

Os processos se arrastavam pelo menos desde 2017. Ontem, entraram em nova fase, com a escolha de um júri que teria a missão de julgar qual empresa teria direito a reparações. A Apple exigia receber US$ 1 bilhão, acusando a Qualcomm de superfaturar os preços de chips.

A Qualcomm, por sua vez, processou a Apple sob a acusação de que a empresa da maçã violava uma série de patentes com seus iPhones através das montadoras de seus aparelhos, que burlavam pagamentos de royalties. A Qualcomm chegou a acionar fabricantes, como a Foxconn, mas o acordo prevê o fim dessas litigâncias também.

Diante das disputas legais, Apple deixou de comprar chips da Qualcomm, substituindo seus modems pelos da Intel. Com o novo acordo, ainda não está claro se a Apple voltará a comprar os modems da Qualcomm – o que teria impacto negativo nas receitas da Intel. (Com noticiário internacional)

Anterior Pós-pago da Claro agora prevê uso no exterior
Próximos A ANPD deve ser independente para evitar danos ao direito à privacidade