Apple vai usar chipset móvel em seus computadores


A Apple anunciou hoje, 22, que vai deixar de usar os processadores Intel x86 em seus computadores. A empresa vai finalmente implementar uma transição que já é aventada desde 2010, quando lançou o primeiro iPad. A empresa diz que agora seu chip customizado para dispositivos móveis chegou ao poder de processamento equivalente das plataformas computacionais vistas em notebooks e desktops. E convocou desenvolvedores de apps a criarem soluções para PCs compatíveis com o componente usado nos iPhones.

O anúncio se deu durante a WWDC, o evento de anúncios para desenvolvedores da companhia. Além da transição tecnológica, a Apple apresentou a nova versão de seus sistema operacional, batizado de macOS Big Sur. Segundo a empresa, a grande novidade do sistema é garantir que o usuários faça uma migração imperceptível da computação x86 para a baseada em chips ARM. O System on a Chip usado nos próximos Macs será o A12Z Bionic SoC, desenhado exclusivamente para os computadores.

PUBLICIDADE

No caso, desenvolvedores terão ferramentas para conversão de programas. Também será possível vender no computador aplicativos até então disponíveis apenas na App Store para iPad e iPhone.

A empresa promete continuar a lançar atualizações de seus sistema para computadores baseados nos chips Intel “por anos”. Diz que a transição não prevê abandono completo do x86, uma vez que trabalha no lançamento de novos Macs com o chip da fabricante de componentes.

A empresa da maçã também anunciou nesta segunda feira os nos sistemas operacionais iOS 14, usado nos iPhones, do iPadOS 14, usado nos iPads, e watchOS 7, para os Apple Watches. A versão para iPhone permite customizar as telas “Home”, antes exibiam apenas apps, mudar a apresentação de pastas de apps, e degustar apps antes de instalá-los.

Anterior Oi inicia venda de seu serviço de streaming
Próximos Canais tradicionais de atendimento vão permanecer obrigatórios, diz Anatel