Após Itaú e Bradesco, Anonymous ataca site do BB


A página do Banco do Brasil na Internet foi, nesta quarta-feira (1º), a vítima da vez do ataque do grupo de hackers Anonymous, que no começo da semana iniciaram uma série de ataques a sites de instituições financeiras, sob o nome de #OpWeeksPayment. Em vídeo publicado na internet, os hackers afirmaram que não possuem objetivo de roubar informações ou explorar outras falhas de segurança, apenas chamar a atenção para questões de ativismo. No Brasil, o grupo atacou recentemente páginas da internet do governo e de partidos políticos.

 

Segundo o BB, seu site registrou picos no volume de acessos, causando lentidão no sistema em algumas regiões do país, mas segundo o banco não houve riscos à segurança das informações de clientes. “O Banco do Brasil rechaça qualquer especulação sobre ameaça à segurança dos servidores e sistemas operacionais”, afirmou o banco em nota.

 

Na segunda-feira, o alvo foi o banco Itaú, que ficou fora do ar durante três horas. Em nota à imprensa, o banco confirma que “houve indisponibilidade em seu site durante alguns momentos hoje, mas a normalidade foi retomada em seguida.” No comunicado, o banco não associa esta indisponibilidade a ação dos hackers.o

 

O mesmo problema aconteceu na véspera com o Bradesco, que também corrigiu o problema ainda pela manhã. Em todos os casos, segundo informaram os bancos, o tipo de ataque foi o mesmo: uma ação coordenada para aumentar agressivamente o número de acessos ao endereço eletrônico visado, em número superior à capacidade do servidor. O Santander Brasil afirmou que, embora não tenha percebido nenhum ataque desse espécie em seu endreço eletrônico, já está há uma semana se preparando para isso. (Da redação, com agências)

Anterior Fabricantes insistem em incluir Ginga em apenas 10% das TVs conectadas
Próximos Cisco e Intelbras fecham parceria para impulsionar telefonia IP no Brasil