Anixter inaugura novo warehouse no Brasil


Ao visitar o Brasil na última semana, Robert Eck, CEO e presidente da Anixter, anunciou que a empresa inaugurará uma nova central de distribuição no país. Atualmente, o armazenamento é feito em um prédio com 2,5 mil metros quadrados de área, no bairro da Lapa, zona Oeste de São Paulo. A operação e a administração …

Ao visitar o Brasil na última semana, Robert Eck, CEO e presidente da Anixter, anunciou que a empresa inaugurará uma nova central de distribuição no país. Atualmente, o armazenamento é feito em um prédio com 2,5 mil metros quadrados de área, no bairro da Lapa, zona Oeste de São Paulo. A operação e a administração ficam no mesmo prédio, mas, até o final do ano, toda a operação de logística deve ser transferida para o novo espaço: instalações com 5,5 mil metros quadrados de área construída, no município de Indaiatuba, região de Campinas, São Paulo.

Bob Eck anunciou também a possibilidade de trazer a operação de “fasteners” (porcas, arruelas, parafusos e pequenos componentes especias) ao país. Esta unidade de negócios, completamente independente da unidade de ECS (Enterprise Cabling Solutions), tem por objetivo atender aos clientes existentes fora do país que operam no regime OEM (original equipment manufacturer).

“A abertura do um warehouse maior no Brasil é um exemplo da série de investimentos que a Anixter tem feito ao longo dos últimos anos em mercados emergentes, como América Latina, Norte da África do Norte e Ásia-Pacífico”, explicou Bob Eck. Outros exemplos de investimentos no Brasil são a recente inauguração de um novo escritório em Curitiba, para atender à região Sul, e os planos para inaugurar outro em Brasília até final de 2013, além de mais um warehouse da empresa, sediado em Salvador, Bahia.

Em junho, a Anixter anunciou a aquisição da empresa Jorvex S.A., distribuidora peruana de cabos e fios elétricos sediada em Lima. Segundo Bob Eck, isso faz parte da estratégia de ampliar a participação da empresa nos mercados emergentes. Ele não menciona novas aquisições que possam ocorrer no futuro, mas ressalta que o perfil corporativo é um quesito importante numa eventual escolha. “É muito importante que a empresa tenha filosofia e cultura similares às nossas”.

De acordo com o executivo, a empresa tem expectativas de um crescimento significativo nas vendas de soluções de cabeamento e segurança, e também de soluções das divisões de cabos elétricos e eletrônicos (wire & cable) no mercado brasileiro em 2012. Em 2011, o faturamento mundial da Anixter foi de US$ 6,14 bilhões, o que representou um aumento de 17% sobre o total de 2010. Nesse total, 11% vieram das vendas dos mercados emergentes – países da América Latina e da região Ásia/Pacífico – onde as vendas cresceram 22,9% em 2011 comparadas a 2010.

Anterior Primeiro celular 4G do Brasil deve ser anunciado dia 11
Próximos Queda de exportação de celulares ajuda a elevar déficit da balança comercial em 1,5%