Android está em 89% dos smartphones do Brasil


O sistema operacional para dispositivos móveis do Google, Android, é o líder isolado do mercado brasileiro de smartphones. Segundo levantamento da empresa Kantar Worldpanel ComTech sobre o segundo trimestre do ano, a plataforma está em 89% dos celulares inteligentes usados no país, um crescimento de 9,2% em relação ao mesmo período de 2013.

O estudo também revela que o Windows Phone, que no primeiro trimestre avançava sobre a participação do iOS, da Apple, perdeu mercado. Passou para 4,5% (ante 6,2% um ano antes). O sistema da Apple, por sua vez, apresentou leve ganho, indo de 3,5% para 3,9% de share. Outros sistemas operacionais para smartphones encolheram, passando de 10,5% para 2,6% de participação nos últimos três meses.

Mundo
O estudo também abordou outros regiões do planeta. Em todo o mundo, o Android é líder absoluto. O mercado onde há mais equilíbrio em relação ao segundo colocado é o norte-americano. Nos Estados Unidos, 62% dos smartphones são Android, 31,5% são iOS. Mesmo assim, há um declínio da participação do iPhone (iOS), que no segundo trimestre de 2013 tinha 42,5% de penetração. Na Europa, o share do Android é de 74%, do iOS é 15,3%, e do Windows, 8,8%.

Na China, o cenário revela uma transformação. A Samsung foi desbancada pela Xiaomi como maior vendedor de smartphones. A empresa nacional obteve, no último trimestre, 27% das vendas, ante 21% da coreana. A Kantar verificou, ainda, que parte dos consumidores de outra marca pretendem migrar para Xiaomi na próxima troca de celular: 8% deixaria a Apple, 12%, a Samsung, e 13% a Nokia. “Essas margens são ainda maiores quanto a outras marcas locais, como Huawei e ZTE, o que indica que a Xiaomi é a empresa a ser vencida”, diz Dominic Sunnebo, diretor da Kantar.

Vendas de smartphones
Outra empresa de pesquisas, a IDC, divulgou hoje que o embarque de smartphones cresceu 23,1% no trimestre. Constituem embarque o envio de aparelhos do fabricante ao revendedor. Entre abril e junho, a indústria distribuiu  295,3 milhões de smartphones. A expectativa da IDC é que no terceiro ou quarto trimestre o embarque supere os 300 milhões.

A Samsung encolheu 3,9% em relação a 2013, embarcando 74,3 milhões de aparelhos. A Apple foi a segunda maior fabricante, com 35,1 milhões, crescendo 12,4% no período. Quem supreendeu, porém, foi a chinesa Huawei, que embarcou 95,1% mais aparelhos, totalizando 20,3 milhões de unidades. Juntamente com a Lenovo, que vendeu 15,8 milhões de telefones (alta de 38,8% sobre 2013), tomou a terceira posição da LG, que embora tenha ampliado o embarque em 19,8%, fabricou 14,5 milhões de aparelhos. Demais fabricantes, como ZTE, Xiaomi, Motorola (ainda não contabilizada nos números da Lenovo), venderam 135,3 milhões de smartphones, 38,7% mais que em 2013.

 

Anterior Telefónica negocia compra da mexicana Iusacell, diz site
Próximos Brasil fecha semestre com 161 milhões de acessos em banda larga