Android equipa 91,4% dos smartphones no país


Cresceu o número de smartphones que rodam com o sistema operacional Android no Brasil. De acordo com pesquisa da Kantar Worldpanel, a plataforma criada pelo Google estava presente em 91,4% do aparelhos no final do trimestre encerrado em agosto. No trimestre anterior, a fatia era de 89,5%. 

Quem saiu perdendo nesta competição foi o Windows, que perdeu 1,2 p.p. em relação ao período anterior, ficando com 4,7% de participação. A Apple conseguiu ganhar clientes, crescendo 0,5 p.p., para 4%. A situação mais crítica no país é da Blackberry. Por aqui, a marca desapareceu, e não soma mais nenhum porcentual, segundo o levantamento da Kantar. Até março, tinha ainda 0,2% do mercado. Outros sistemas contabilizam 1,5% dos usuários.

O mercado muda bastante em outros mercados. Nos Estados Unidos a presença da Apple atingiu o nível mais baixo desde 2014, mas a empresa da maçã ainda está em 28,4% dos smartphones em uso. Segundo a consultoria, o motivo teria sido a espera do consumidor pelos novos modelos do iPhone, lançados em setembro. O Android tem 66,9%, enquanto a Blackberry sobrevive com 0,5% do mercado de sistemas operacionais móveis. O material analisa os meses de junho, julho e agosto deste ano.

“É de se esperar que nos três meses que antecedem o lançamento de novos produtos, as vendas do iPhone da Apple seriam mais fracas”, afirma Carolina Milanesi, chefe de pesquisa da Kantar Worldpanel ComTech. “Enquanto um mês a partir de agora possa ainda ser muito cedo para reportar números iniciais de vendas para os novos modelos, nós podemos dizer hoje que 11% dos proprietários de iOS nos disseram em agosto que eles planejavam substituir seu telefone atual nos próximos três meses e 87% deles afirmaram que a Apple é a marca preferida deles”, diz.

Nos Estados unidos, o Samsung Galaxy S6 aumentou sua participação nas vendas de smartphones, mas não ameaçou a posição de liderança do iPhone 6. De abril a agosto de 2015 – os meses seguintes ao lançamento de novas flagships – apenas 29% da base instalada dos smartphones da Samsung foram atualizadas para novos dispositivos. Entre aqueles que atualizaram, 23% mudaram para um Galaxy S5, 4% para um Galaxy S6 e 1% para um Galaxy S6 Edge.

“Na China urbana, as vendas de smartphones representaram 84% das vendas globais de telefones nos três meses encerrados em agosto, com o iPhone 6 e o iPhone 6 Plus no topo da lista dos modelos mais vendidos”, revela Tamsin Timpson, diretor de visão estratégica da Kantar Worldpanel ComTech Ásia. Os compradores mencionaram a clareza e a resolução da tela (58%), qualidade da câmera (54%) e o tamanho da tela (51%) como os três mais importantes determinantes de compra.

O Windows Phone tem experimentado algum crescimento na França, Alemanha e Austrália e manteve sua participação em outros lugares, “mas nós não temos visto maiores impactos sobre o mercado global, apesar de algumas faixas de preço agressivas”, diz Milanesi. “No lançamento do Windows 10 em New York, no dia 6 de outubro, nos vimos a Microsoft focada mais uma vez em oferecer um telefone companheiro para os usuários do Windows 10 e dispositivos de classe empresarial para departamentos de TI – um objetivo mais modesto talvez, mas certamente um mais realista”, analisa. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Todas as empresas públicas terão que contratar auditores independentes
Próximos Depoimento da Oi na CPI da Alesp é adiado