Ancine vai destinar R$ 56,4 milhões do FSA à produção de audiovisual


Segundo a Ancine, a decisão do Comitê gestor do fundo sobre os editais de Suporte Automático (SUAT) não define a destinação dos recursos das obras, mas apenas estabelece níveis de recursos que podem ser captados baseados em pontuação

(Crédito: Shutterstock Angela Waye)

(Atualizada em 06.08)A Ancine vai distribuir R$ 19,4 milhões a produtores de conteúdo audiovisual para cinema e TV, inclusive de vídeo sob demanda (VoD, na sigla em inglês), que comprovarem desempenho econômico de no mínimo R$ 50 mil reais.  Os resultados serão auferidos a partir da receita bruta, comprovada por meio de contratos, e também por meio de declaração firmada pelas partes envolvidas quando não for possível identificar no contrato a receita bruta respectiva à obra a ser pontuada.

Os recursos são do Fundo Setorial do Audiovisual. Os produtores com desempenho comercial de pelo menos R$ 50 mil em salas de exibição, por meio da receita bruta de bilheteria, também poderão concorrer a recursos no total de R$ 19,4 milhões. Já os produtores de melhor desempenho artístico vão disputar R$ 17 milhões.

Ao todo serão distribuídos R$ 56,4 milhões para essas três categorias, conforme decisão do Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual. Segundo a Ancine, a decisão do Comitê gestor do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) sobre os editais de Suporte Automático (SUAT) não define a destinação dos recursos das obras, mas apenas estabelece níveis de recursos que podem ser captados baseados em pontuação.

 

Anterior RFS amplia fábrica no Brasil para atender a América Latina
Próximos BNDES deixa de ter participação relevante na Oi