Anatel vai mudar regras de femtocell para estimular seu uso


Passados quase seis anos desde que a Anatel regulamentou a instalação e uso de small cells – pequenas estações de celular, que podem ser usadas no interior de prédios – praticamente nada aconteceu. Mesmo isentando o pagamento da taxa do Fistel (Fundo de Fiscalização das Telecomunicações), o uso dessas pequenas estações de banda larga móvel não se efetivou no país.

O presidente da Anatel, Leonardo de Morais, disse hoje, 22, durante o Painel Telebrasil 2019 que a agência está prestes a lançar um consulta pública para acabar com o regulamento existente e endereçar essa questão para o regulamento geral de serviços. “A atual regra criou muitas amarras”, afirmou.

Segundo o superintendente de Regulação, Nilo Pasqualli, entre as “amarras” que estão desestimulando a instalação desses equipamentos pelas operadoras está a exigência de formalização de contrato entre a prestadora de serviço e o usuário que vai ceder suas instalações e, como ele também prevê o uso fechado da tecnologia,  o dono da propriedade pode restringir o uso do equipamento apenas para seu celular, o que desmotivou as empresas de celular a investirem nessa tecnologia.

” As regras atuais impedem, por exemplo, que a operadora faça um acordo com o usuário para ele deixar instalar uma femtocell em sua casa em troca de banda larga de graça, por exemplo”, afirmou ele. A proposta de consulta pública precisa ainda ser aprovada pelo Conselho Diretor da Anatel.

Anterior ARM também vai cortar relações com Huawei
Próximos Alcolumbre anuncia que PLC 79 deve ser votado até julho deste ano