Anatel registra alta maior das reclamações contra celulares em maio


Em maio, a Anatel registrou a segunda maior alta do número de reclamações de serviços de telecomunicações nos últimos 12 meses. Foram 142.764 queixas, número menor apenas ao registrado em março deste ano, que fechou com 145.370. Em abril, a agência recebeu 136.728 reclamações, seis mil a menos do que as registradas no mês passado. …

Em maio, a Anatel registrou a segunda maior alta do número de reclamações de serviços de telecomunicações nos últimos 12 meses. Foram 142.764 queixas, número menor apenas ao registrado em março deste ano, que fechou com 145.370. Em abril, a agência recebeu 136.728 reclamações, seis mil a menos do que as registradas no mês passado. A telefonia móvel, que tem a maior base de usuários, foi responsável por 69.711 queixas, oito mil a mais do que as registradas no mês anterior (62.600). O principal motivo das reclamações (25,7 mil) é sobre cobrança indevida.

A telefonia fixa apresentou um desempenho melhor: em maio obteve 47.823 queixas, quase duas mil a menos do que as registradas no mês anterior (49.337). Reparo e cobrança indevida são os principais motivos das reclamações sobre esse serviço.

As queixas registradas na agência contra os serviços de acesso à internet ficaram em 17.033 em maio, número praticamente igual ao anotado no mês anterior. Os principais motivos das reclamações foram reparo, instalação e cobrança indevida.

Os serviços de TV por assinatura receberam em maio 6.340 queixas, um mil a mais do que as registradas no mês anterior. O principal motivo também é cobrança indevida. A Anatel ainda registrou em maio 1.857 queixas de outros serviços.

Anterior Tele.Síntese analíse 247
Próximos Número de celulares no Brasil sobe para 183,7 milhões em maio