Anatel quer esclarecimentos sobre participação do Aurelius na Nextel


anatel-fachada-divulgacao

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) negou ao Société Mondiale, acionista da Oi, pedido para impedir que fundos do grupo Aurelius participem de negociações acerca de um plano de recuperação judicial para a Oi. Mas decidiu investigar se o Aurelius exerce algum controle sobre a Nextel Brasil.

A agência abriu procedimento administrativo para “apuração de transferência de controle e possível existência de controle vedado, nos termos do art. 4º, da Resolução nº 101/1999”. Determinou também a intimação dos fundos Capricorn Capital, Syzygy Capital Management, Aurelius Capital Management, Aurelius Capital Master, Aurelius Capital Management GP, que deverão explicar a participação na Nextel. A Nextel também foi chamada a detalhar sua relação com o Aurelius.

O pedido de cautelar para afastar o fundo abutre das negociações da RJ da Oi foi negado pois a superintendência de competição da Anatel não vê perigo de que haja danos irreparáveis na presença do fundo nas negociações.  E dá a entender que o pedido do Société Mondiale é uma reação à decisão da Justiça de conceder ao presidente da Oi, Eurico Teles, o poder de conduzir as negociações com credores da operadora, independentemente da posição do conselho de administração.

Anterior Algar Telecom ativa agregação de portadoras em Uberlândia
Próximos Celular pirata faz clone de aparelho legal e não acabará com o bloqueio, afirma Levy

1 Comment

  1. Wellington Menelli
    6 de dezembro de 2017

    A Anatel com seus conselheiros está do lado dos fundos abutres, asfixia as operadoras com multas, no caso da Oi mais de 20 bilhoes de multas, uma indecência, inviabiliza o mercado de teleco. Gostaria de ver o ministério público investigar a relacao dos advogados da Anatel com os conselheiros que aplicam as multas, afinal nao seria nada mal investigar, pois ao nao deixar realizar os Tacs alguns advogados receberao BILHOES de honorários da cobrança dessas multas absurdas.
    Por isso o desejo tao forte da cobrança dessas multas, como citou o presidente da Anatel falando que o presidente da OI havia esquecido dessas multas na avaliaçao da dívida.
    Nao seria ruim que houvesse uma fiscalizacao de quem receberá esses honorários e se existe alguma ligaçao com o conselho.
    Vamos por luz do sol sobre esse assunto, afinal sao 3 BILHOES de honorários.