Anatel publica TAC da Telefônica


Projeto-de-implantacao-de-4g-em-152-municipios-SMP-Pos-TAC

A Anatel publicou hoje, 21, o TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) do grupo Telefônica, aprovado há duas reuniões do conselho Diretor. O acordo prevê a troca de multas por investimentos no valor total de R$ 4,8 bilhões em investimentos adicionais. Os problemas que geraram as multas têm que ser resolvidos, e os projetos de investimentos foram aprovados previamente pela Anatel. Mas o acordo só será assinado depois de referendado pelo TCU- Tribunal de Contas da União.

Para o relator do projeto, conselheiro Igor de Freitas, “além do longo caminho a ser percorrido para “recebimento” dos valores de multas aplicadas em processos sancionatórios da Anatel, seja em virtude dos percalços burocráticos e operacionais interna corporis – duramente criticado pelo TCU anos a fio, ou a indigesta discussão judicial necessária para execução desses valores decorrente das contestações das prestadoras dos entendimentos, processos, metodologias e fórmulas de apuração dos valores de multa, não conseguimos, ao final desse percurso, identificar com clareza a real utilização desses recursos em qualquer melhoria atrelada diretamente aos serviços de telecomunicações.Verifica-se, na verdade, uma insatisfação generalizada com a atuação do órgão regulador por parte dos consumidores, das prestadoras dos serviços e, ultimamente, de setores do governo.” Por isso, ele entende que o TAC é o instrumento que tem amplas condições de atender o interesse público.

PUBLICIDADE

No acordo assinado com a operadora, serão atendidos mais de 500 municípios em todo o país com incrementos de redes de acesso de fibra óptica, redes de 4G, de 3G, infraestrutura de backhaul e bakcbone e em cidades onde o VPL é negativo. Os investimentos terão que ser feitos em quatro anos, até 2020. Conforme o relatório, com esses compromissos, o Brasil subirá trinta e cinco posições no ranking da velocidade média de banda larga, passando de 4,5 Mbps para 7,5Mbps.

Anterior TIM terá nova operadora na Itália
Próximos Inmarsat lança serviço de banda larga para aviões corporativos