Anatel publica antecipação do acesso ao telefone popular


A Anatel  publicou, nesta quinta-feira (22) a antecipação do cronograma de atendimento do telefone popular para todas as pessoas incluídas no Cadastro Único do governo federal para programas sociais. Com isso, o serviço estará disponível para mais de 20 milhões de famílias.

Originalmente, o cronograma previa o atendimento a todas as famílias, independentemente da renda, a partir de 8 de junho de 2014. O Acesso Individual Classe Especial (Aice) já está disponível desde 8 de junho de 2012 para famílias com renda de até um salário mínimo e desde 8 de junho de 2013 para aquelas com renda de até dois salários mínimos.

A antecipação se deveu a baixa procura pelo Aice. Até o final de maio de 2013, o total de vendas havia atingido 98.855  assinantes, incluindo adesões e migrações, ou seja, apenas 0,69% do público alvo da primeira fase descrita no regulamento.

O Aice tem assinatura básica pós-paga de R$ 9,50 (sem impostos), que corresponde a 33% do valor cobrado pelas concessionárias para manutenção das linhas residenciais. A franquia é de 90 minutos e o uso excedente é cobrado na forma pré-paga. Ao final da franquia, o telefone continuará recebendo chamadas, mas somente fará ligações se forem inseridos novos créditos.

O telefone popular deve ser oferecido apenas pelas concessionárias de telefonia fixa local (Oi/Brasil Telecom, Telefônica, Sercomtel e CTBC Telecom).Essas prestadoras deverão fazer campanhas divulgando a antecipação do acesso ao serviço.

Anterior "Nossos equipamentos não têm backdoor", afirma Cisco
Próximos MiniCom fará concurso para selecionar app público que virá nos smartphones desonerados