Anatel prevê investimentos de R$ 3,5 bi ao ano com a 4G. E vai cobrá-los.


 

A Anatel estima que as quatro operadoras que compraram as licenças nacionais de 4G no leilão que terminou hoje – Claro, TIM, Oi e Vivo – terão que fazer investimentos anuais – nos próximos 15 anos – de pelo menos R$ 3 bilhões para cumprirem as metas de cobertura da LTE (tecnologia celular). Precisarão ainda investir  outros R$ 500 milhões por ano para cumprirem as metas das áreas rurais acopladas às frequências adquiridas, informou hoje o seu presidente, João Rezende.

 

Por isto, explicou, a agência não vê com preocupação o fato de os presidentes das quatro empresas terem informado que a aquisição destas novas licenças não aumentarão os investimentos anunciados anteriormente. “As empresas assumiram compromissos de investimentos e as garantias serão cobradas”, afirmou ele.

 

Rezende ficou satisfeito com o resultado do leilão, embora não tenha conseguido arrecadar o valor mínimo de R$ 3,8 bilhões, se fossem vendidos todos os lotes.

 

Ressaltou que o formato da licitação privilegiou a construção da infraestrutura de quarta geração e atendimento às áreas rurais em detrimento da arrecadação. ” Este resultado é mais uma desmonstração de que o mercado brasileiro é atrativo”, completou.

   

Anterior Ministério Público responsabiliza Google por manter conteúdo abusivo em rede social
Próximos Acordo entre Telefónica e Iusacell garantirá cobertura de 85% do México