Anatel pretende aprovar novo fator de produtividade no dia 3 de julho


Os técnicos da Anatel correm para fechar os critérios do novo índice de produtividade (o Fator X) da telefonia fixa, que deverá ser aplicado no reajuste tarifário previsto para 18 de julho. A intenção é de concluir a proposta final para ser analisada – e se possível, aprovada – pelo conselho diretor na reunião do dia 3 …

Os técnicos da Anatel correm para fechar os critérios do novo índice de produtividade (o Fator X) da telefonia fixa, que deverá ser aplicado no reajuste tarifário previsto para 18 de julho. A intenção é de concluir a proposta final para ser analisada – e se possível, aprovada – pelo conselho diretor na reunião do dia 3 julho. Após esta data, e sem que seja confirmado o nome do novo conselheiro (mesmo que a nomeação saia na próxima semana, o Senado Federal terá que aprovar o nome até a segunda semana de julho, antes do recesso parlamentar) as reuniões do conselho poderão ficar sem quórum para deliberação, já que haverá rodízio de férias dos dirigentes.

Embora a adoção do índice DEA (Data Envelopment Analysis), que projeta a produtividade futura das operadoras, tenha sido criticada por economistas, pelo Ministério da Fazenda e pelas concessionárias, nas audiências públicas e consulta pública da agência, ele será mantido pela agência, que estuda, porém, fazer algumas modificações em sua metodologia. Além do DEA, a Anatel irá usar também o índice Fisher (que mede a produtividade passada) para calcular o Fator X, que atua como redutor no reajuste das tarifas de telefonia fixa. 

Anterior BrT/Oi: fim do acordo de acionistas disponível para consulta.
Próximos Acesso à internet no Brasil ultrapassa marca de 40 milhões de usuários