Anatel pode autorizar a venda da GVT nesta quinta-feira


O Conselho Diretor da Anatel deve votar, nesta quinta-feira (12), os pedidos de anuência prévia para compra da GVT da Vivendi e da Telefônica, que foram analisados conjuntamente. Com a aprovação, fica garantida a realização da oferta pública de ações pela Telefônica, provável compradora da operadora, marcada para o dia 19. A expectativa é de …

O Conselho Diretor da Anatel deve votar, nesta quinta-feira (12), os pedidos de anuência prévia para compra da GVT da Vivendi e da Telefônica, que foram analisados conjuntamente. Com a aprovação, fica garantida a realização da oferta pública de ações pela Telefônica, provável compradora da operadora, marcada para o dia 19. A expectativa é de que não haja nenhum entrave regulatório à aprovação da matéria.

A oferta da Telefônica passou para quase R$ 7 bilhões, tendo como base o valor de R$ 50,50 por ação, preço mais de 5% maior do que a oferta inicial, de R$ 48,00.  Para continuar na disputa, o grupo francês terá que ofertar, no mínimo, R$ 53,02 por ações, ou seja, valor 5% maior do que a oferta da Telefônica, como determina a legislação brasileira.

A oferta inicial da Vivendi foi de R$ 42,00 por ação, proposta que nem chegou a ser formalizada. Mas o grupo pode optar por cumprir o acordo pré-existente entre acionistas controladores da GVT -Swarth Group e Global Village Telecom- para que vendam pelo menos 20% de suas ações para ele.

Anterior Software das urnas eletrônicas começa a ser testado amanhã
Próximos Anatel: Valente é o preferido, mas não tem unanimidade.