Anatel nega compensação de investimentos em P&D da Oi


shutterstock_ isak55_LABORATORIO_PESQUISA_P&D_ALTA

O conselho diretor da Anatel negou ontem, 25, o pleito da Oi para considerar como realizados os investimentos em pesquisa e desenvolvimento que teria que realizar este ano e em 2018 por conta de ter ultrapassado em muito os tetos dos compromissos assumidos nos anos anteriores.

Para os dirigentes da Anatel, a Oi, quando concordou com a obrigação de investir pelo menos 50% em projetos próprios de P&D do montante que recolheu para o Funttel (fundo para o desenvolvimento tecnológico das telecomunicações) como um dos condicionantes para a fusão com a Brasil Telecom, sabia que essa obrigação deveria ser anual, e não global, pelos 10 anos do compromisso.

A agência atestou os investimentos realizados nos anos de 2010, 2011, 2012, 2013 e 2015. Não aprovou os investimentos de 2014. E quer ver novos investimentos em 2017 e 2018, quando termina essa obrigação.

Anterior Rede 3G já ultrapassa cinco mil municípios brasileiros
Próximos Lenovo vendeu 2,66 milhões de smartphones no Brasil no último ano