Anatel não vai mudar leilão da banda H


Apesar das críticas dos dirigentes das operadoras de telefonia celular, de que a Anatel estaria proibindo a participação das empresas no leilão de venda da banda H (a última frequência de 3G disponível no Brasil), o conselheiro da Anatel, Jarbas Valente, afirmou hoje, durante o 21º Encontro Tele.Síntese, que a agência não pretende mudar as regras …

Apesar das críticas dos dirigentes das operadoras de telefonia celular, de que a Anatel estaria proibindo a participação das empresas no leilão de venda da banda H (a última frequência de 3G disponível no Brasil), o conselheiro da Anatel, Jarbas Valente, afirmou hoje, durante o 21º Encontro Tele.Síntese, que a agência não pretende mudar as regras lançadas à consulta pública. Valente afirmou que, ao contrário da última licitação da banda de 3,5 GHz, quando as concessionárias conseguiram paralisar o processo da justiça, nesta licitação não está sendo proibida a participação de qualquer empresa, tanto que, assinalou, as atuais operadoras poderão comprar espectro em áreas onde ainda não adquiriram banda. 

Ele ressaltou ainda que, durante a licitação das bandas A e B, houve regras assimétricas para assegurar a viabilidade do leilão e nenhuma empresa reclamou dessas regras à época. "O regulamento da agência afirma que o mercado brasileiro comporta até cinco operadores de celular. Cabe aos investidores decidirem se vão ou não entrar neste mercado. Além disso, não podemos desconsiderar que poderá haver futuras fusões", completou o conselheiro.

Anterior Nokia anuncia pré-venda do modelo E72 no Brasil
Próximos Conselheiro nega que servidor tenha favorecido a TIM