Anatel lacra rádio que paralisou Congonhas


A Anatel lacrou  a rádio  "Gospel", nao-outorgada, fonte de interferência no aeroporto de Congonhas (SP), que paralisou os vôos, por algumas horas, na manhã de segunda-feria, pois fazia interferência na freqüência usada pela Aeronáutica.   Localizada no bairro do Grajaú, zona sul de Sao Paulo, a emissora também era conhecida como "Virtual FM" e operava …

A Anatel lacrou  a rádio  "Gospel", nao-outorgada, fonte de interferência no
aeroporto de Congonhas (SP), que paralisou os vôos, por algumas horas, na manhã de segunda-feria, pois fazia interferência na freqüência usada pela Aeronáutica.
 
Localizada no bairro do Grajaú, zona sul de Sao Paulo, a emissora também
era conhecida como "Virtual FM" e operava em 103,5 MHz. A potência do
transmissor apreendido era de 300 watts. Os agentes da Anatel compareceram
ao 85º Distrito Policial para as providências quanto à apreensão do
equipamento.
 
A lei estabelece que as rádios comunitárias tenham potência de, no
maximo, 25 watts e altura do sistema irradiante nao superior a 30
metros. O funcionamento de uma rádio comunitária depende de outorga para
a exploração do Serviço de Radiodifusão Comunitariá.

( Fonte: assessoria de imprensa ) 

Anterior Mitel abre escritório no Brasil
Próximos Comissão da Câmara rejeitará outorgas de rádio e TV com pendências