Anatel já trabalha na destinação da faixa de 3,5GHz para o 5G


A Anatel começa em agosto os testes de laboratório e de campo para medir a convivência entre o 5G e a TV aberta por satélite na faixa de 3,5 GHz. A previsão é de que o edital de licitação da frequência seja aprovado no segundo semestre de 2019.

Segundo o conselheiro Leonardo de Morais, que está acompanhando o esforço da agência nesse sentido, a destinação da faixa para o 5G é de extrema importância para o país, mas não tira a relevância do serviço de TV por satélite, que ocupa a banda C estendida. Ele afirmou que todos os atores ligados a esses serviços estão sendo ouvidos, desde radiodifusores, empresas de telecomunicações, indústria, fornecedores, técnicos e até fabricantes de antenas e filtros.

Morais disse que o caderno de testes já foi concluído, definindo os parâmetros para os experimentos, que vão medir os níveis de saturação dos serviços. Os resultados dos testes servirão de subsídios para elaboração do edital de licitação da faixa.

O conselheiro destacou que no Brasil apenas 200 MHz serão destinados ao 5G, quando em outros países a largura da banda chega a 400 MHz. “Por essa razão, teremos que utilizar a frequência da forma mais eficiente”, completou.

 

Anterior MOB Telecom inicia expansão para o Centro-Oeste e Sudeste
Próximos Proposta de regra de preço para exploração de satélite vai à consulta pública