Anatel fixa tarifas fixo-móvel para operador de rede virtual


A Anatel fixou os valores tarifários máximos dos planos básicos de telefonia fixa local (VC-1) e de longa distância nacional (VC-2 e VC-3) das concessionárias Telefônica Brasil e Companhia de Telecomunicações do Brasil Central (CTBC) destinadas aos terminais móveis da operadora de rede virtual Porto Seguro Telecomunicações.  

O minuto a ser cobrado pela Telefônica da MVNO na telefonia fixa local (VC-1) é de  R$ 0,43911 e R$ 0,30737, na reduzida, valores menores aos fixados pela agência, este ano, a serem cobrados da Nextel (R$ 0,49113 e R$ 0,34379). Para as demais operadoras móveis, os valores variam de R$ 0,45850, na normal, e R$ 0,28711.

Para a CTBC (setor 22), os valores máximos fixados para a Porto Seguro foram de R$ 0,44761, na tarifa normal , e R$ 0,31332, na reduzida. A mesma operadora pode cobrar da Nextel até R$ 0,52272 e R$ 0,36590, respectivamente. A tarifa das ligações da Nextel é maior porque a sua VU-M também é maior, conforme decisão da Anatel, que entedeu que a operadora é entrante neste mercado, precisa de maior subsídio para se expandir.

As tarifas publicadas nesta segunda-feira (12), no Diário Oficial da União, são líquidas de impostos e encargos sociais.(Da redação)

Anterior Dispensa de licitação para contratar o Serpro é constitucional, diz PGR.
Próximos Economia da informação e internet devem faturar R$ 490 bilhões este ano