Anatel e Embratel divergem sobre reparo do cabo submarino


Anatel e Embratel têm informações conflitantes a respeito do cabo submarino da operadora, rompido na segunda-feira no Ceará. O defeito causou lentidão no tráfego da internet para os Estados Unidos, sobretudo para os assinantes da Virtua, a banda larga da NET.

A agência disse que o reparo deve ser concluído nessa madrugada, enquanto a Embratel garante que o conserto foi completado na terça-feira à noite e que desde ontem de manhã o tráfego estava normalizado.

A Anatel ainda está apurando o número de usuários atingidos pelo defeito no cabo submarino e se a operadora descumpriu alguma obrigação. A agência informa que a demora no conserto se deve a complexidade do cabo, que transporta também energia elétrica, além da fibra óptica de dados. O cabo foi rompido por trator de uma empreiteira em Fortaleza (CE).

Anterior LinkedIn abre escritório no Brasil
Próximos Acordo entre Telebras e RNP vai turbinar conectividade nas universidades