Anatel consulta empresas para aquisição de assistente virtual


A contratação de um assistente virtual inteligente para tornar o atendimento digital mais amigável à população foi anunciada, nesta quarta-feira (22) pela Anatel. O argumento é o crescimento da busca pelos canais digitais da agência que, em julho deste ano, alcançou 42% dos atendimentos. Os usuários interagiram 107 mil vezes, de um total de 253 mil, para solicitar informações, reclamar contra prestadoras ou realizar denúncias.

Para isso, a Anatel publicou um chamamento para conhecer soluções de mercado para a aquisição do assistente virtual inteligente e de uma ferramenta de monitoramento de redes sociais. O documento foi enviado até o momento a 43 possíveis fornecedores. As empresas interessadas têm até a próxima segunda-feira (27) para se manifestar sobre o documento, que é apenas um mecanismo de consulta e não representa qualquer compromisso de compra.

Segundo a agência, os canais digitais respondiam por 9% dos atendimentos aos consumidores no ano de 2006, 12% em 2007, 17% em 2008, 34% em 2016 e 37% em 2017. A expectativa da Anate lé que, para os próximos meses, 55% dos atendimentos se tornem digitais.

O assistente virtual inteligente, programa de computador que simula o diálogo humano dentro de um espaço online de atendimento, deverá ser disponibilizado na parte dedicada ao consumidor no Portal da Anatel e integrado ao atual sistema de atendimento online da agência reguladora. Ele também estará presente no aplicativo “Anatel Consumidor”.

As respostas do assistente virtual inteligente devem ser por escrito e, se o usuário desejar, por voz. Ele deve tratar de questões mais simples, deixando aos atendentes humanos as mais complexas. A Anatel informa que o assistente virtual deve entender a intenção do usuário quando efetua a pergunta. Já a ferramenta de monitoramento de redes sociais, deverá permitir a publicação e a distribuição de conteúdo informativo, além de identificar menções à Anatel para subsidiar futuras ações de comunicação, atividades realizadas no momento por servidores da agência.(Com assessoria de imprensa)

Anterior TAC firmado entre Telefônica e prefeitura de São Paulo começa a sair do papel
Próximos STF adia para amanhã decisões sobre terceirização de atividade-fim