Anatel autoriza reajuste de 7,99% para VC-2 e VC-3


O Conselho Diretor da Anatel autorizou hoje, 22, o reajuste das tarifas de longa distância fixo/móvel das concessionárias locais (Brasil Telecom, Telefônica, Telemar, CTBC e Sercomtel). As tarifas da Embratel estão congeladas. O reajuste da tarifa de público (VC-2 e VC-3) será de 7,99% e passará a valer dois dias depois que o ato da …

O Conselho Diretor da Anatel autorizou hoje, 22, o reajuste das tarifas de longa distância fixo/móvel das concessionárias locais (Brasil Telecom, Telefônica, Telemar, CTBC e Sercomtel). As tarifas da Embratel estão congeladas. O reajuste da tarifa de público (VC-2 e VC-3) será de 7,99% e passará a valer dois dias depois que o ato da Anatel for publicado no Diário Oficial da União, o que deverá ocorrer ainda esta semana. Assim, as tarifas mais altas começarão a valer, no mais tardar, na próxima segunda-feira, dia 27 de março.

O índice é igual ao reajuste do VC-1 (ligação fixo/móvel local) autorizado em julho do ano passado. Embora as concessionárias locais tivessem ingressado com o pleito da correção tarifária  desde dezembro do ano passado, a Anatel estava segurando o reajuste por que a Embratel se recusava a aceitar pactuar aumento na VU-M (tarifa de rede móvel), que está intimamente ligada a essa tarifa de público.

As concessionárias locais aceitaram corrigir a VU-M dessas ligações em 4,99% (o mesmo índice praticado para as ligações locais fixo/móvel). Ou seja, uma parcela do reajuste na tarifa de público será repassada para as operadoras móveis. A Embratel se recusou a aceitar qualquer correção na tarifa da VU-M, e por isso, não poderá  aumentar sua tarifa de público.

Anterior Atendimento Telemar com reconhecimento de voz
Próximos Eleições para comissões da Câmara são adiadas novamente