Anatel autoriza a Sisteer do Brasil a atuar como MVNE


A Anatel autorizou a Sisteer do Brasil Telecomunicações a prestar serviço de MVNE (Mobile Virtual Network Operator) em todo o país, ligando operadoras virtuais móveis à rede da TIM. O pedido da empresa francesa estava em análise desde abril do ano passado na agência. O valor da licença é de R$ 9 mil.

“Segundo a TIM, a parceria com a Sisteer está em sintonia com a estratégia da empresa em apostar nesse novo modelo de negócio.” Sem dúvida, o mercado de MVNO é promissor e a expectativa é de crescimento expressivo nos próximos cinco anos. Nossa proposta é levar os serviços de telecomunicações para nichos específicos e oferecer aos parceiros nossa expertise no setor”, pontua André Telles, diretor de Wholesale da TIM. “Ainda é cedo para divulgar as novas operadoras móveis virtuais que nascerão desse acordo, mas podemos dizer que continuamos estudando novas parcerias”, analisa o executivo.

A Sisteer cuidará de toda operação das futuras operadoras virtuais, utilizando uma ferramenta própria de billing (sistema de faturamento) convergente (voz e dados) de linhas pré e pós-pagas, baseada na solução Zsmart, da ZTE. Para a empresa francesa, a autorização recebida hoje é o primeiro passo para a companhia atender toda a América Latina. Na França, a plataforma da Sisteer gerencia mais de 1,5 milhão de usuários de telefonia móvel de quatro MVNOs.

 

A TIM também é parceira da Porto Seguro Telecomunicações e Datora, as duas empresas que já obtiveram autorização para atuarem como operadoras virtuais móveis.

Anterior Telebras altera estatuto em assembleia
Próximos Concessionárias levam banda larga popular a 621 municípios até dezembro de 2011