Anatel aprova reajuste nas tarifas locais e de longa distância


shutterstock_Dusit_economia_grafico_mercado_financeiroA Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou o aumento de tarifas locais e de longa distância dos planos básicos das concessionárias de telefonia fixa. As prestadoras poderão subir os preços, mas antes deverão comunicar o consumidor sobre a medida, com ao menos dois dias de antecedência. Pelas regras, Oi, Sercomtel e Telefônica poderão aumentar as tarifas em 3,684%. Algar Telecom poderá elevar o preço em 4,546%.

A Anatel aprovou, também, mudança no valor do crédito para orelhões e terminais de acesso públicos (TAPs) para Oi, Telefônica, Sercomtel e Algar. Eles poderão aumentar o preço em 3,57%, passando a cobrar R$ 0,1305 o minuto.

O reajuste segue a fórmula estabelecida no contrato de concessão, e inclui entre os itens de cálculo o Índice de Serviços de Telecomunicações (IST) e o Fator X. O fator de redução tarifária (Fator X) aplicado foi de 2,694% para Oi, Sercomtel e Telefônica, e de 2,533% para Algar.

Entre 2005 e 2015, o reajuste das tarifas chegou a 13,15%, abaixo da inflação no período, ressalta a agência. De novembro de 2013 a dezembro de 2014, o IPCA apresentou variação de 7,386%, enquanto o IST variou 6,556%. Esse foi o período utilizado no cálculo do reajuste das concessionárias da telefonia fixa – com exceção da Algar Telecom (CTBC), que solicitou reajuste de dezembro de 2013 a janeiro de 2015, no qual a variação do IPCA foi de 7,727%; e a do IST, 7,265%. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Marco Civil: gerenciamento da internet não deverá trazer lista de exceções.
Próximos Algar vai emitir R$ 200 milhões em debêntures