Anatel aprova ran sharing das três operadoras para mais de 700 cidades


Depois do Cade aprovar a operação na semana passada, hoje, 16, foi a vez da Anatel aprovar o ran sharing de TIM, Oi e Vivo para a frequência de 2,5 GHz.

Esta decisão  tem uma diferença importante em relação ao ran sharing aprovado anteriormente para a  Oi e a TIM pois, nesse caso, será autorizado também o compartilhamento de frequência.

No acordo anterior entre as duas operadoras, a Anatel autorizou que apenas os equipamentos  fossem compartilhados. Agora, além dos equipamentos, o espectro das três empresas será usado conjuntamente.

Segundo o relator da proposta, conselheiro Igor de Freitas, “ com o compartilhamento da frequência estaremos ingressando no estado da arte, com a racionalização de custos e oferta de serviços para maior eficiência no uso do espectro”.

No entender de Freitas, esse compartilhamento não vai afetar a competição e vai permitir que as empresas ofereçam banda larga com velocidades maiores, visto que poderão ser usadas as Bandas das três operadoras, que somam 40 MHz.

Área Conurbada

A Anatel não aceitou, no entanto, a proposta das empresas para que  pudesse ser feito o ran sharing nas áreas conturbadas em outras frequências, visto que foi constatada interferência se fossem usadas as faixas de 2,5 GHz.  A agência  decidiu que até que seja encontrada uma solução tecnológica contra a interferência, não poderá haver o compartilhamento nessas cidades.

Segundo o Cade, esse compartilhamento só vai ser feito nas cidades de 30 a 100 mil habitantes.

Anterior Justiça determina bloqueio de 48h ao WhatsApp em todo o Brasil
Próximos Anatel adia TAC da Oi, e não deve aceitar redução tarifária