Anatel aprova aumento da participação de fundos na Oi


O Conselho Diretor da Anatel aprovou sem restrições, nesta quinta-feira (21) a compra de 14,47% das ações com direito a voto da Oi, de posse do BNDESPar, pelos fundos de pensão Funcef (Caixa) e Petrus (Petrobras), em leilão realizado no dia 18 de junho deste ano. Com a operação, os dois fundos passam a deter, cada um, 10% de participação na holding que controla a companhia, com direito a assento no Conselho de Administração, poder de veto nas reuniões prévias das assembleias de acionistas e outros direitos.

Atualmente, BNDES detém 16,89% da Telemar Participações, Previ 12,94%; e Petrus e Funcef, 10% cada. Porém, para a entrada da Portugal Telecom na Oi, o BNDES e os fundos de pensão terão que abrir mão de 10% de seus papéis, conforme acordo já anunciado por um dos controladores. Mas os direitos adquiridos serão mantidos, garante o controlador.

Com a venda proporcional, num cálculo estimado, o BNDES ficaria com 13,52%, a Previ com 10,34% e Funcef e Petrus, 7,99% cada. O resto do bolo continua com AG Telecom (do Grupo Andrade Gutierrez) e L.F. Tel (Grupo La Fonte), com 19,3% cada, e com a Fundação Atlântico (11,5%).

PUBLICIDADE

Os outros itens importantes da pauta, como a proposta de resolução aprovando o Regulamento para Avaliação da Eficiência do Uso do Espectro e Radiofrequências, que tramita desde 2007, e a proposta de alteração do Regulamento de Acompanhamento e Controle de Bens Reversíveis, em análise desde 2008, não foram deliberados.

Anterior Anatel tem 5 dias para regulamentar uso de SMS em serviços de emergência
Próximos Nokia reverte prejuízo e anuncia lucro de 529 milhões de euros