Anatel aplicou R$ 1,9 bilhão em multas em 2013, mas só arrecadou R$ 90 milhões.


Em 2013, a Anatel aplicou 2,3 mil multas, que totalizaram R$ 1,9 bilhão, mas arrecadou apenas R$ 90 milhões. Outros R$ 365 milhões em sanções foram suspensos judicialmente e R$ 1,4 bilhão não foram pagos. Até o final do ano, 33,6% das 17,6 mil multas não pagas haviam sido inscritas no Cadin e na Dívida Ativa. Para 1,5 mil multas, que somam R$ 698 milhões, haviam sido expedidos comunicados da possibilidade de inscrição, caso as empresas não quitassem os débitos em 75 dias.

Entre 2000 e 2013, o total de multas aplicadas foi de 41,7 mil, equivalentes a R$ 4,3 bilhões, mas os valores arrecadados ficaram em R$ 550,5 milhões. Outros R$ 2,1 bilhões em sanções foram suspensos judicialmente. E as empresas que deviam R$ 791,3 milhões, foram efetivamente inscritas no Cadin e na Dívida Ativa.

Os dados fazem parte do Relatório Anual da Anatel, já disponível para consulta no site da agência. O documento enumera os principais motivos que resultaram em sanções: descumprimento de metas previstas no Plano Geral de Metas para a Universalização do STFC, descumprimento de medida cautelar, descumprimento dos indicadores de qualidade, interrupções na prestação do serviço, falhas no atendimento a usuários, venda casada ou imposição de condicionamentos à contração, cobrança indevida e não ressarcimento, descumprimento de normas relativas à competição, não pagamento da Taxa de Fiscalização de Funcionamento (TFF), irregularidades no pagamento de ônus contratual e descumprimento de obrigações de carregamento de canais.

Atendimento

No ano passado, a Anatel realizou 7,6 milhões de atendimentos a consumidores de serviços de telecomunicações, registrando crescimento de 20,8% em relação a 2012. A maioria desses atendimentos ‒ 92,5% do total ‒ foi feito por meio do call center da agência. Os atendimentos via internet chegaram a 541 mil, com crescimento de 38,9% na comparação com o ano anterior.

Anterior Road show sobre leilão da faixa de 700 MHz no exterior acontece entre 22 e 28 deste mês
Próximos Governos de diversos países quebram o sigilo das comunicações, acusa Vodafone