Amos Genish mantido como CEO da Telecom Italia


Amos Genish_telecom-italia

O conselho de administração da Telecom Italia decidiu hoje (7) os nomes dos novos presidente e CEO da empresa, após a tomada do controle do board pelo fundo Elliott, na última semana. Fulvio Conti, indicado pelo fundo, será o presidente do conselho. Amos Genish continuará como CEO da operadora.

Stafano Grassi foi escolhido como diretor interino de Segurança, responsável por comandar os ativos considerados estratégicos para o governo italiano. O nome definitivo ainda será escolhido, a partir de indicação governamental.

O Elliott iniciou a tomada de controle da Telecom Italia neste ano. Em pouco tempo atingiu 10% do capital social e obteve maioria no conselho de administração, em detrimento da francesa Vivendi. No processo, o fundo criticou a gestão da rival e o plano industrial que este definiu para a Telecom Italia.

Conti, indicado do fundo, no entanto, promete apoio total a Genish, ligado à Vivendi, na execução do plano industrial. “Hoje, afirmamos nossa total confiança em Amos Genish e seu time executivo que apoiará a implementação do plano estratégico 2018-2020. Meu compromisso, e dele é fortalecer o grupo e criar valor para os acionistas”, diz, em nota.

Genish indica que não pretende alterar o percurso da operadora. “Confirmo meu compromisso com a transformação do grupo Telecom Italia. Estamos no caminho certo, com o melhor time. O apoio do conselho nos permitirá implementar a estratégia DigiTIM, que já rende frutos”, afirma. A Telecom Italia é dona da TIM no Brasil.

Anterior Medeiros: a 5G pode tornar telecom onipresente
Próximos Celular pirata começa a ser bloqueado nessa quarta em Brasília e Goiás