Amos Genish deixa o conselho da Telecom Italia


Amos Genish deixou definitivamente a Telecom Italia após renunciar hoje, 27, ao assento que tinha no conselho de administração da companhia. Segundo a empresa, chegou-se a um acordo com Genish, que foi CEO da companhia, mas deixou o cargo após disputas internas e com o governo italiano, mantendo apenas a posição no conselho.

Pela sua saída, Genish, que fundou a GVT e já presidiu também a Vivo no Brasil, vai receber € 4,2 milhões. No lugar vago assume Frank Cadoret, que já trabalhou no grupo francês SFR, depois vendido para a Vivendi.

 

Anterior Barulho em torno da 5G ainda tem reflexo incerto sobre marcas das operadoras
Próximos Cadastro da Anatel registra impressionantes 17 mil empresas com licença de banda larga fixa, diz Abrint