Amazon entra no mercado de smartphones


O celular da Amazone, Fire Phone, baseado no Android.
O celular da Amazon, Fire Phone, baseado no Android. Foto: divulgação.

Jeff Bezos, CEO da Amazon, anunciou nesta quarta-feira (18) a entrada da empresa no mercado de aparelhos de telefonia móvel com o Fire Phone. A AT&T,operadora dos Estados Unidos, venderá o dispositivo com exclusividade, por enquanto, a partir de 25 de julho, pode US$ 199 no contrato de dois anos.

O Fire Phone, porém, já sai de fábrica compatível com as redes LTE e 3G de todo o mundo, pois trabalha em nove bandas para 4G, quatro bandas GSM, cinco UMTS. Tem ainda WiFi padrão 802.11ac, NFC e bluetooth.

O aparelho traz 32 GB (com versão de 64 GB por US$ 299) de armazenamento, processador de quatro núcleos de 2,2 GHz, Snapdragon 800, 2 GB de RAM, processador gráfico Adreno 330 e tela de 4,7 polegadas. Toda essa potência será utilizada por recursos de compreensão do ambiente em que o aparelho se encontra.

O smartphone, que roda uma versão modificada do sistema operacional Android, possui quatro câmeras e quatro sensores usados apenas pelo recurso Dynamic Perspective, que permite a visualização tridimensional de objetos mostrados na tela. Tem ainda um sistema capaz de identificar produtos de conteúdo, como revistas, jornais, livros, músicas, jogos etc, e informar como adquirir esses produtos. Pode inclusive interagir com anúncios de revista, sugerindo a compra de artigos diversos – basta mostrar para a câmera o anúncio, e as informações aparecem.

Outro recurso explorado na apresentação de Bezos foi o Mayday. A função é espécie de linha direta entre o usuário e o contact center da Amazon, por videoconferência. Dessa forma, o usuário tira dúvidas sobre o funcionamento do aparelho. O helpdesk pode, inclusive, controlar remotamente o dispositivo para ilustrar as explicações.

A fotografia também é um componente essencial. A Amazon vai oferecer armazenamento ilimitado de fotos na nuvem. O aparelho traz um botão dedicado à câmera, de 13 MP e com capacidade de gravação de vídeos em alta definição, para acionamento rápido.

A integração com o ecossistema de consumo da Amazon também é completa. Quem comprar o aparelho terá uma degustação dos serviços de streaming de música e aluguel de filmes da empresa, compra de e-books, e segunda tela. Esse pacote de serviços, que já existia, se chama Amazon Prime e custa US$ 99. A empresa não divulgou prazos para chegada do aparelho ao Brasil ou outros mercados.

 

Anterior Lei do Bem para tablets, notes e celulares será prorrogada
Próximos Reintegra passa a ser permanente