Alto preço tirou apetite da Claro pela Nextel e pela Oi não há qualquer interesse, reitera Felix


Felix

O presidente do grupo América Móvil, José Félix, disse hoje, 25, que o grupo não está travando qualquer negociação com a Nextel no sentido de comprar a operadora. “Todo negócio tem a questão do preço”, assinalou.

Segundo ele, no passado o grupo mexicano chegou a procurar os controladores da operadora brasileira dando início às negociações de compra, mas as conversas não avançaram. Hoje, foi comunicada a saída do presidente Francisco Valim, que teria assumido para sanear a operadora e vendê-la, que passa por graves problemas financeiros e está quase em default. Assumiu o novo desafio frente à Nextel Roberto Rittes

Sem interesse na Oi

Da mesma forma que não quer nada com a operadora de celular, Félix voltou a dizer que o grupo tem “interesse zero” pela Oi. “Assistimos e torcemos para que a Oi resolva o seu problema. Ainda cremos e compartilhamos a opinião do próprio presidente da Oi de que uma solução negociada vai ser encontrada”, disse.

Em relação ao PLC 79 – que acaba com as concessões de telefonia fixa e transfere os bens reversíveis para investimentos em banda larga – o executivo voltou a afirmar que, o que importa para a empresa é a proposta da renovação das frequências e das posições orbitais de satélites sem precisar passar por licitação, conforme estabelece o projeto. “Se tirarem do projeto essa proposta, ele não tem mais nenhum sentido de seguir adiante”, afirmou.

Para Félix, se a sociedade está desconfiada em relação ao projeto, é preciso que ele seja discutido até que não fique qualquer sombra sobre ele. O executivo se reuniu no final do dia com o presidente Michel Temer.

 

Anterior Bittar defende que rede implantada com recursos do TAC seja compartilhada
Próximos Prejuízo da Claro aumenta 7,4% no primeiro trimestre