Alog é o 1º data center brasileiro a participar da comunidade OpenStack


A Alog Data Centers do Brasil, empresa que faz parte da plataforma Equinix, é a primeira companhia brasileira a participar da comunidade OpenStack, que visa oferecer soluções para todos os tipos de nuvens. A iniciativa tem colaboração global de desenvolvedores, tecnólogos da computação em nuvem e empresas que produzem plataformas de computação em padrão aberto …

A Alog Data Centers do Brasil, empresa que faz parte da plataforma Equinix, é a primeira companhia brasileira a participar da comunidade OpenStack, que visa oferecer soluções para todos os tipos de nuvens. A iniciativa tem colaboração global de desenvolvedores, tecnólogos da computação em nuvem e empresas que produzem plataformas de computação em padrão aberto para nuvens públicas e privadas.

 

A OpenStack foi iniciada pela Nasa e Rackspace em julho de 2010. Atualmente, mais de 140 empresas globais e 2.100 participantes fazem parte da comunidade, como por exemplo, HP, Dell, Intel, AMD e Cisco. A participação é feita através de projetos que podem ser relacionados entre si em vários componentes de uma solução de infraestrutura de nuvem.

PUBLICIDADE

 

O diretor e marketing e processos da Alog, Victor Arnaud, explica os objetivos da Alog com uma parceria deste porte: “Basicamente, temos três objetivos nessa parceria: ser uma opção formal de infraestrutura de data center local para empresas que estão construindo suas nuvens públicas ou privadas baseadas no OpenStack no Brasil ou América Latina, participar no desenvolvimento da plataforma para construção de nuvens públicas, híbridas e privadas com o melhor custo-benefício para empresas brasileiras e latino americanas e contribuir para que todo o ecossistema de empresas que fazem parte da comunidade OpenStack conheçam melhor o tamanho e potencial do mercado brasileiro de cloud.”, afirma o executivo.

Qualquer organização participante do projeto pode criar e oferecer serviços de computação em nuvem rodando em hardware padrão com a plataforma OpenStack. Os participantes do OpenStack, empresas, prestadores de serviços, pesquisadores e centros de dados globais, podem executar, construir ou enviar alterações de volta para o projeto. O modelo também visa derrubar as barreiras conceituais ainda existentes para adoção de cloud computing e a criação de um grande ecossistema que abrange os provedores de cloud que utilizam a plataforma. (Assessoria de imprensa)

Anterior Yahoo! Mobile nomeia novo gerente sênior no Brasil
Próximos Projeto anti-pirataria online dos EUA deve ser alterado, dizem fontes