[2238][379]

Lançamento Alibaba Damo Academy

A gigante chinesa do comércio eletrônico Alibaba anunciou hoje, 11, durante uma conferência de computação em Hangzhou, na China, que vai lançar oito centros de pesquisas na China, Israel, Estados Unidos, Russia e Singapura para trabalhar com inteligência artificial, computação quântica e empresas de tecnologia dedicada ao mercado financeiro. Para isso, vai investir US$ 15 bilhões nos próximos três anos e contratar cem pesquisadores.

Ao anunciar o investimento, parte de um de um programa de pesquisa chamado Academia Alibaba de Descoberta, Aventura, Momento e Perspectiva, o CTO Zeff Zhang disse: “A Academia Alibaba DAMO estará na vanguarda do desenvolvimento da tecnologia de próxima geração que estimulará o crescimento da Alibaba e dos nossos parceiros. Pretendemos descobrir tecnologias revolucionárias que permitirão maior eficiência, segurança de rede e sinergia do ecossistema para usuários finais e empresas em todos os lugares.”

Segundo a agência Reuters, o investimento é anunciado pela Alibaba num momento em que Pequim o desenvolvimento justamente da computação quântica, inteligência artificial e Big Data, convocando os governos das províncias, universidades, uniddes militares e empresas privadas a jogar um papel de lideranças nessas áreas tecnológicas. Em reportagem sobre o anúncio da Alibaba, o Financial Times, por sua vez, lembra que Pequim pretende, até 2030, assumir a liderança mundial em inteligência artificial.

A Alibaba, hoje, não atua mais só em comércio eletrônico – em 20 anos está perto de atingir a 2 bilhões de clientes. Ramificou-se para serviços na nuvem e aplicativos de IA que vão desde anúncios segmentados e opções de compras, até reconhecimento facial. Beneficia-se dos dados extraídos de seus negócios em pagamentos, logística e filmes. E conta com 25 mil engenheiros e cientistas trabalhando em suas unidades. (Com noticiário internacional).