Algar quer captar R$ 432 milhões para investir em infraestrutura no Centro-Sul


Dinheiro financiará expansão de rede de transporte e móvel nos estados de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal.

shutterstock_ kentoh_economiaA operadora mineira Algar Telecom vai emitir o equivalente a R$ 432 milhões em debêntures, vendendo os papeis suplementares e adicionais. A empresa havia anunciado em fevereiro interesse em vender no mercado R$ 320 milhões em dívida, mas aumentou a oferta diante da procura. À época, informou que o lançamento atenderia à necessidade de formar caixa. Pelo prospecto publicado hoje, 11, será destinado também para o investimento em infraestrutura.

A empresa vai usar o dinheiro para  expansão e modernização da rede de comunicação de dados, da rede móvel 3G e 4G, da rede fixa de banda larga, construção de rede óptica e infraestrutura nos estados de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Distrito Federal. O projeto prevê dispêndio de até R$ 1,733 bilhão. As debêntures são quirografárias, ou seja, sem garantias, com vencimentos em 2022 e 2024.

A Algar fautrou R$ 3,3 bilhões em 2016, uma evolução de 7,2% sobre 2015. O EBITDA foi de R$ 2,5 bilhões, e o lucro, de R$ 183,6 milhões, uma melhora de 19,5%. O endividamento bruto da companhia ficou em R$ 1,4 bilhão ao final de 2016, após crescer 4,5%, e a dívida líquida, em R$ 1,25 bilhão (+6,9% sobre 2015).

Anterior PDT ingressa no STF contra leilão do satélite da Telebras
Próximos Sérgio Sá Leitão, aprovado pelo Senado, deve ser novo presidente da Ancine