Algar Telecom lança segunda edição do Programa de Aceleração de Startups


shutterstock_Sergey Nivens_startupA Algar Telecom lançou hoje, 07, o segundo ciclo do seu Programa de Aceleração de Startups. Como na primeira turma, o programa será tocado pela Ace (ex-Aceleratech), que selecionará seis startups para um processo de aceleração com duração de 4 a 10 meses (dependendo do nível de maturidade da startup). Nesse período, cada empresa inovador terá acesso a serviços para alavancar os negócios, além de R$ 150 mil de investimento direto.

Os empreendedores interessados têm até o dia 11 de dezembro para se inscrever na página do programa. Podem participar startups de todo o Brasil que possuam soluções para os seguintes temas: Eficiência e Produtividade; Transformação Digital de Negócios; Cidades Inteligentes e Humanas; Entretenimento, Comunicação e Ferramentas para o Público Jovem.

“Vamos aumentar o número de startups selecionadas porque apostamos no potencial de inovação do empreendedor brasileiro. Buscamos projetos que apresentem soluções inovadoras em tecnologia da informação e comunicações e que resolvam problemas reais do dia a dia das pessoas e empresas, com potencial de atuação em todo o mercado nacional”, Renato Paschoarelli, diretor de Estratégia e Regulatório da Algar Telecom.

Primeira edição
De um total de 174 propostas inscritas de 16 estados brasileiros e de países como Chile, Argentina, Alemanha e EUA, foram selecionadas três startups para participar do primeiro ciclo do programa. A Algar investiu financeiramente em duas: Findme (Natal – RN) e Expresso (Uberlândia – MG) – em troca de 12% de participação.

Ambas já estão no mercado, gerando caixa. A Findme, que trabalha com internet das coisas para segurança patrimonial, vem realizando projetos para grandes empresas no Nordeste. A Expresso, um aplicativo móvel para registro e gerenciamento de despesas corporativas, operada com foco em pequenas e médias empresas. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Telefonia móvel registra queda de um milhão de números
Próximos Claro retoma segunda posição no ranking do celular