Algar Telecom inicia testes com a tecnologia 4,5G


Shutterstock_Gunnar Assmy_4G_LTEA Algar Telecom, empresa de telecomunicações do grupo Algar, deu início a testes de mercado para oferecimento da tecnologia 4,5 G. Solução de rede móvel do tipo LTE Advanced (LTE-A), o 4,5G usa a agregação de portadoras para aumentar a velocidade de troca de dados.

As portadoras usadas pela Algar para o teste são nas faixas de 700 MHz e de 1,8 GHz. O parceiro do teste é a fabricante Nokia. O projeto piloto acontece na cidade sede da Algar Telecom, Uberlândia.

Segundo a empresa, 24 cidades de Minas Gerais já têm o sinal 4G (apenas LTE) da operadora. Isso atinge 73% da população dentro da área de cobertura da tele.

A faixa de 700 Mhz foi adquirida pela empresa em leilão da Anatel em 2014, e permite que a companhia atenda cidades no interior de Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Anterior As redes 5G vão demandar mais fibra, prevê executivo da Furukawa
Próximos Net e Claro HDTV começam a vender assinaturas Crackle através do Now

2 Comments

  1. 16 de setembro de 2017

    Vai custar alguns centavos na realidade, as margens serão enormes e, a culpa do grande valor cobrado dos clientes será dos impostos.

    Nunca entendi o motivo de um produto/processo mais moderno com melhores meios de produção custar mais que um produto menos elaborado, claro tendo em vista a diluição dos custos pelo consumo/produção.

    Vejamos, antigamente a tecnologia de chamada móvel ( celular ) foi lançado com custos astronômicos para os clientes em função da pouca demanda por esse tipo de serviço, logo pouco clientes deveriam suportar todo o custo operacional das operadoras.

    Mais hj, essa realidade é muito diferente… Mais vai custar mais caro.

    Moro em Patos de Minas onde os serviços da CTBC são caros e instáveis. No meu caso tenha Internet ADSL de 10 Mb que apresentam muita instabilidade mais o valor da fatura Sempre vem como se o serviço estivesse sendo entregue em pleno. Cidades como Franca, Uberaba e Uberlândia tem preço melhor e muito mais estável q aqui em Patos,

    A rede de telefonia móvel e até boa, dentro da cidade, mas também tem instabilidade e, nem de longe tem a velocidade contratada, a não ser que você esteja dentro de um loja que vende o plano, lá sim tem estabilidade e a velocidade contratada, saiu de lá, já era. Isso aqui em Patos de Minas.

    Logo, se essa nova tecnologia for servir aos mesmos lugares, continuar instável, tiver aumento de custos etc. Trazendo para a população 1 único benefício, um pouco mais de velocidade, não se justifica.

    Deixo bem claro que essa é só a minha opinião de cliente. No caso da CTBC, desde 2009 em telefonia móvel e, desde 2003 em Internet fixa.

  2. Luiz perez
    16 de setembro de 2017

    Mal funciona o 3g desta ctbc